Tríduo Pascal

A celebração do Tríduo Pascal em nossa paróquia teve início com a Missa do Lava-Pés, na Quinta-Feira Santa. Missa esta que mostra em suas leituras a páscoa dos judeus, a páscoa de Jesus e a páscoa dos cristão. A celebração caracteriza também a instituição do sacerdócio e da eucaristia.

Em sua homilia, o Pe. Chico lembrou que o partir do pão é ainda um chamado à partilha e à solidariedade. O ato do lava-pés, lição de humildade, mostra que no Reino de Deus, o maior é aquele que serve. A missa traz também um clima de despedida, daquele que entrega sua vida e parte em prol de nós. Ao fim da Missa, a comunidade acompanhou o Traslado do Santíssimo Sacramento, seguido da Adoração Eucarística.

 

Na tarde da Sexta-Feira Santa, a Missa da Paixão e Cruz foi preparada pelo grupo da Crisma. Em sua reflexão, o Pe. Chico lembrou que esta celebração sempre traz os questionamentos: ‘Quem foi o responsável pela morte de Cristo? Deus quis que seu filho morresse?’ Nosso pároco explicou que a morte de Jesus é fruto de uma armação dos poderosos da época, que se incomodavam com seus ensinamentos e lutas. Que de Seu sangue nasça o amor, a paz, uma nova aliança.

À noite, a comunidade se reuniu novamente e saiu pelas ruas do bairro para a Procissão do Senhor Morto. Após a procissão, uma apresentação das crianças da pré-catequese que pediram paz renovou os votos de esperança.

No sábado, a comunidade se reuniu novamente para a celebração da Vigília Pascal. O Pe. Chico lembrou que a liturgia do Sábado de Aleluia é a mais importante da fé cristã, pois marca a ressurreição de Cristo. Nessa data, vale lembrar que quando Jesus reapareceu aos apóstolos, sua primeira fala foi ‘A paz esteja com vocês’. A cada celebração da eucaristia nós retomamos esta saudação não à toa. O ressuscitado em nosso meio não nos deixa perder a esperança de viver o Reino de Deus. Na Vigília Pascal, a renovação de nossos votos batismais é um compromisso para trabalharmos pela paz.

 

O Senhor ressurgiu, aleluia, aleluia! Que o Cristo ressuscitado mantenha em nós a esperança e a perseverança!

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Missa de Ramos

Nesse domingo, 25 de março, a Missa de Ramos foi celebrada com maciça presença da comunidade. Preparada pela Pastoral Familiar, a missa contou referências ao tema da Campanha da Fraternidade. Cartazes que trataram da superação da violência acompanharam a procissão pelas ruas vizinhas à nossa Paróquia.

 

 

Durante o sermão, o Pe. Chico lembrou que Jesus foi solidário ao extremo. Jesus não era pobre só por ter nascido de família humilde. Ele mesmo renunciou à riqueza e ao poder. Sua opção era uma forma de exercer a solidariedade. Pois só com solidariedade, somada a fé e amor, é que se torna possível construir a verdadeira paz.

O Pe. Chico explicou ainda que até no momento de sua morte Jesus questionou o pensamento da elite vigente, segundo o qual o sofrimento seria fruto de castigo divino. O sofrimento é parte da vida, para nos tornar mais conscientes de nossas limitações. O sofrimento não é um valor em si mesmo; é uma maneira de nos mostrar o que realmente importa na vida.

Retomando a temática de superação da violência, a missa foi encerrada com a Oração de São Francisco de Assis.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Encontros de Formação

A última semana foi repleta de encontros de formação em nossa paróquia. O primeiro deles ocorreu na terça-feira, 27 de fevereiro. Conduzido pelo Maurinho, coordenador de liturgia e canto litúrgico da Catedral, o encontro foi destinado a todas as pastorais. Durante a noite, foram abordadas especialmente temáticas relativas aos tempos litúrgicos.

liturgia

 

Na sexta-feira, 02 de março, o tema do encontro foi a Campanha da Fraternidade 2018, cujo tema é a ‘Superação da Violência’. O encontro teve início com uma palestra da Rosana, da nossa equipe de liturgia, que abordou os diversos tipos de violência e como ela pode estar presente em nosso dia a dia.

Em seguida, o Prof. Lages discutiu as raízes da violência, que podem ser remetidas ao nosso passado escravocrata, ao racismo e às relações de trabalho baseadas na força. Lages falou também sobre a ausência de cultura de paz em nossa sociedade e de como a mídia contribui para que a violência esteja sempre presente. Abordou também a importância de se respeitar outras crenças, de modo a não fazer com a que a religião seja também ela uma causa de violência.

Por fim, o Padre Luiz Fernando promoveu uma reflexão do tema da violência à luz das escrituras. Mostrou como o Antigo e o Novo Testamento tratam da questão, destacando Jesus como propagador do amor e da paz.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

CarnaCanja

Quanto riso, quanta alegria… quase mil foliões na quadra! Assim foi nosso CarnaCanja, realizado no sábado 10 de fevereiro, em clima muito familiar.

Os ingressos esgotaram-se e a grande maioria do público compareceu fantasiado. Teve bebida gelada, comida deliciosa (com destaque para a tradicional canja), confete, serpentina e outros adereços. Mesmo com sustos no início da festa, quando o sistema de som da banda apresentou alguns problemas, que logo foram resolvidos, os presentes dançaram muito ao ritmo de marchinhas, sambas e axés.

Em uma premiação que privilegiou a alegria ao invés da competição, os troféus foram distribuídos para alguns fantasiados, seguindo critérios que iam do folião mais novo ao mais animado.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Sacramento da Crisma

No último domingo, 10 de dezembro, nossa comunidade recebeu a visita do Arcebispo Dom Moacir, para a celebração do Sacramento da Crisma.

Em sua homilia, Dom Moacir enfatizou que receber o Sacramento da Crisma é fazer de Jesus um critério para a vida. Para isso, é importante contar com o apoio do Espírito Santo, que vem na Crisma confirmar nossa relação com Cristo.

 

Dom Moacir explicou que a Crisma é um compromisso com Jesus. Jesus colabora conosco, mas também precisamos colaborar com Jesus, sendo testemunhas d’Ele. “Como testemunhamos Jesus? Quando O apresentamos aos demais, por palavras e gestos. Nossa vida deve ser sempre um testemunho de Jesus”.

No início da celebração foi acesa a segunda vela do advento. Sobre isso, Dom Moacir lembrou em sua homilia que as leituras do dia falaram justamente sobre a importância de preparar o caminho para o Senhor. “Somos também convidados a preparar o caminho para Jesus em nossa vida através da conversão. Precisamos nos converter para agir segundo o Evangelho”.

A comunidade agradece a presença de Dom Moacir, deseja perseverança aos jovens e adultos que se crismaram e dá os parabéns aos catequistas pelo belíssimo trabalho.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Confraternização da Quermesse

Nossa Quermesse da Primavera encerrou-se no sábado 04 de outubro. Foram três finais de semana de festa, que exigiu muita dedicação da Comunidade.

Como agradecimento àqueles que dedicaram suas noites de sexta e sábado pela nossa paróquia, foi realizado um almoço de confraternização no último domingo, 29 de outubro. Junto com seus familiares, os voluntários das diversas barracas souberam também o resultado global da quermesse, fruto do esforço de cada paroquiano. Antes da refeição, o Diácono Maurício conduziu uma oração e lembrou da importância do trabalho para manutenção de nossa casa. Um cumprimento especial deve ser feito também à comissão organizadora da Quermesse e àqueles que, mesmo na confraternização, colocaram a mão na massa, seja no caixa, no bar ou arrumando nossa quadra.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Missa de Santa Teresinha

Depois de uma sexta-feira e de um sábado de muita chuva, abençoada, diga-se de passagem, já que há meses nossa cidade enfrentava uma estiagem, o domingo, 1o de Outubro, amanheceu ensolarado.

 

Nossa Igreja lotou para a Celebração da Missa de nossa padroeira, Santa Teresinha. Cantos bem ensaiados, altar e andor lindamente decorados e uma comunidade devota contribuíram para uma bela celebração. Na homilia, o Diácono Maurício lembrou fatos importantes da vida de Santa Teresinha, destacando sua humildade e fé.

 

 

Um dos pontos altos da Missa foi a procissão. O andor, carregado apenas por mulheres, trouxe a lembrança da força feminina de Santa Teresinha. Outro momento emocionante foi a benção das rosas, em que a comunidade se transformou em um imenso jardim de flores.

 

Após a Missa, teve o tradicional bolo de Santa Teresinha. A confraternização em comunidade continuou com um almoço festivo em nossa quadra.

 

A Paróquia agradece a todos que prestigiaram a festa de nossa padroeira, seja na missa, na reza do terço ou participando de nossa Quermesse da Primavera.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário